Assuntos de Goiás TV

segunda-feira, 29 de setembro de 2014

Alô Amigos de Mineiros tá chegando a hora, Lincoln Tejota 55.555 Deputado Estadual bit.ly/1o2Sj5B #LINCOLNTEJOTA55555





  1. Bolsa desaba e dólar bate R$ 2,46 com recuperação de Dilma nas pesquisas - 29/09/2014 - Mercado - Folha de S.Paulo
  2. Folhainvest No Mercado Financeiro - Liveblog - Ao vivo - Folhainvest - Folha de S.Paulo
  3. Mais otimista que o mercado, BC vê recuo da inflação para 5,8% em 2015 | Dinheiro Público & Cia - Folha de S.Paulo - Blogs
  4.  Debate da Record dividido em temas - Eleições - 2014 - Especial - Poder - Infográficos - Folha de S.Paulo
  5. Candidatos ignoram maior crise hídrica da história, diz ambientalista - 29/09/2014 - BBC - Folha de S.Paulo
  6. Tiririca defende homossexuais após ataque de Levy | #hashtag - Folha de S.Paulo - Blogs
  7. Site britânico destaca fala homofóbica de Levy Fidelix em debate - 29/09/2014 - Poder - Folha de S.Paulo
  8. Central sindical UGT apoia Dilma, Marina e Aécio ao mesmo tempo | Painel - Folha de S.Paulo - Blogs 
  9. Em
    estreia de série, colunista distribui pão que Toninho do Diabo amassou -
    29/09/2014 - TV Folha - Multimídia - Folha de S.Paulo
  10. PF prende suspeitos de desviar R$ 2 mi por meio de internet banking - 29/09/2014 - Mercado - Folha de S.Paulo
  11. Idosos ficam cegos após passar por cirurgia de catarata durante mutirão - 29/09/2014 - Cotidiano - Folha de S.Paulo
  12. Verde demais! - 29/09/2014 - PVC - Colunistas - Folha de S.Paulo
  13. Chance de refém em Brasília estar com explosivo preso ao corpo é grande, diz polícia - 29/09/2014 - Cotidiano - Folha de S.Paulo

    1. Sequestrador de hotel em Brasília é ex-candidato a vereador no Tocantins - 29/09/2014 - Cotidiano - Folha de S.Paulo
    2. “Marconi Perillo vai ganhar em Anápolis e em Goiás”, diz Frederico Jayme - Jornal Opção

       
    3. Grupo de Rubens Otoni deve bancar Humberto Aidar para prefeito de Goiânia - Jornal Opção

       
    4. Eleitores esqueceram Gomide e Vanderlan e concentraram sua atenção em Marconi Perillo e Iris Rezende - Jornal Opção

       
    5. Líderes partidários definem os 17 favoritos para deputado federal em Goiás - Jornal Opção

       

  1. Jovem, neodilmista substitui eleitor decepcionado - Política - Estadão
  2. Dilma rompe tradição petista e chega à reta final da eleição sem plano de governo - Política - Estadão
  3. Tetos, pisos e a avalanche - Política - Estadão
  4. Doleiro da Lava Jato vai fazer ‘confissão total dos fatos’, avisa advogado
  5. Os Simpsons agora torcem para o Corinthians - Jornal Opção

    1. Paula Fernandes nega desentendimento com Roberto Carlos, que não aparece em novo DVD da cantora - Jornal Opção
    2. Câmara aprova reajuste do IPTU e ITU em Goiânia - Jornal Opção

      1. Justiça determina que Google pode manter buscas que liguem o nome de Xuxa a filme erótico - Jornal Opção

        1. Jorcelino Braga aposta que Iris Rezende está derretendo e que Vanderlan disputa 2º turno com Marconi - Jornal Opção

         
       




     







sábado, 28 de junho de 2014

Dilma desmente a Fifa e entidade muda de novo versão sobre entrega da taça: 'Dilma Rousseff é quem decide'

Foi Aldo Rebelo quem pôs o carro na frente dos bois e já foi repreendido pela Presidente que não gostou de ver a sua decisão mudada sem ser consultada. A tendência é que ela continue se escondendo da "elite branca" na Copa das Copas, a festa do povo brasileiro.
Fifa muda versão sobre entrega da taça: 'Dilma Rousseff é quem decide' - Esportes - Estadão

domingo, 22 de junho de 2014

Eduardo Campos tenta justificar alianças com adversários diretos e admite fragilidade nos Estados capazes de tornar o PSB competitivo

     Como pode admitir uma derrota antes mesmo do embate começar? 
     Pois é Eduardo Campos candidato do PSB à Presidência da República em Outubro, praticamente entregou os pontos ao declarar que não vê o seu partido fazendo alianças competitivas nos estados, capazes de vencer e contribuir para a sua vitória.
     Alguém poderia explicar como ele vai se manter na disputa reconhecendo ser fraco para almejar a vitória? O meu palpite sobre o assunto é a conveniência de quem era governo até outro dia e der repente se viu na necessidade de estar colocando o seu nome a disposição para promover uma mudança necessária e o país continuar avançando em direção ao progresso, ao mesmo tempo que em caso de segundo turno pula no barco de quem tiver mais chances de vencer e segue sendo governo.
     Caso esta escolha num eventual segundo turno seja equivocada, as alianças estaduais vão garantir ao PSB uma parcela de poder, a qual ele fará jus e do tamanho da importância que o seu Presidente acha que é direito.
     Assim, este assunto deveria interessar ao eleitor que quer manter tudo como esta ou almeja algum tipo de mudança, pode ficar tranqüilo aqueles que lutam pela manutenção do quadro que ai esta, e pode começar a esbravejar quem sonhava com algum tipo de mudança, pois nada vai mudar, mesmo que os nomes sejam outros as demandas da população continuarão sendo discutidas apenas de quatro em quatro anos e nunca serão atendidas.

domingo, 20 de abril de 2014

Mensagem de Páscoa da Família de Gilson Caroço que deseja, além de chocolate, felicidade!

Páscoa significa renascimento, renascer. 

Desejo que neste dia, em que nós cristãos, comemoremos o seu renascimento para a vida eterna, possamos renascer também em nossos corações.  

Que neste momento tão especial de reflexão, possamos lembrar daqueles que estão aflitos e sem esperanças. Possamos fazer uma prece por aqueles que já não o fazem mais, porque perderam a fé em um novo recomeçar, pois esqueceram que a vida e um eterno ressurgir.  

Não nos deixe esquecer que mesmo nos momentos mais difíceis do nosso caminho, tu estas conosco em nossos corações, porque mesmo que já tenhamos esquecido de ti, você jamais o faz. 

Pois, padeceste o martírio da cruz em nome do Pai e pela humanidade, que muitas e muitas vezes esquece disso.  

Esquecem de ti e do teu sacrifício Quando agridem seu irmão, Quando ignoram aqueles que passam fome, Quando ignoram os que sofrem a dor da perda e da separação, Quando usam a força do poder para dominar e maltratar o próximo, Quando não lembram que uma palavra de carinho, um sorriso, um afago, um gesto podem fazer o mundo melhor.

Jesus... 

Conceda-me a graça de ser menos egoísta, e mais solidário para com aqueles que precisam. Que jamais esqueça de ti e de que sempre estarás comigo não importa quão difícil seja meu caminhar.  

Obrigado Senhor, pelo muito que tenho e pelo pouco que possa vir a ter. Por minha vida e por minha alma imortal. Obrigado Senhor! Amém.  Feliz Páscoa!
Leia mais: Mensagens de Páscoa. Deseje além de chocolate, felicidade!


segunda-feira, 24 de março de 2014

Pesquisas eleitorais: A frieza dos números embasando decisões que norteiam o caminho a seguir no pleito de Outubro



Pesquisas servem para dar um Norte as campanhas, ajuda os partidos a definir qual é a melhor estratégia, o melhor nome para colocar na disputa e o caminho que deverá ser trilhado até a vitória. 







 Para alguns as pesquisas não querem dizer nada, ainda mais se trouxer indexadores que não lhe interessam, outros acham que é mesmo o termomêtro do que pensa a população naquele instante, transformando a intenção de hoje em voto real amanhã.
Há também aqueles que dizem que as pesquisas só trazem boas notícias para quem encomenda o levantamento, ou seja paga para receber notícias boas, ao tempo em que são enganados por seus próprios desejos. Claro que não é bem assim, pois os institutos depesquisa tem credibilidade e um nome a zelar, não inventam dados só para agradar ao seu consumidor da hora, claro que isso não acontece por que seria um crime. 
Em particular, eu acho que as pesquisas são sim um ótimo instrumento, muito útil para definir caminhos, escolher nomes e até apontar o mote de campanha à ser seguido por partidos e candidatos, é preciso ter a leitura correta dos números apurados, sabendo fazer o uso correto dos resultados, de forma que atenda os anseios dos eleitores, ali representados pelos que responderam as pesquisas.
As últimas pesquisas divulgadas serviram para elevar a moral da base aliada, deixar claro ao Governador que seu grupo político não conta com um plano "B", outro nome à altura do seu para postular uma candidatura, mas também pode ter deixado preocupado o marqueteiro de campanha, já que apesar de liderar, Marconi Perillo apresenta números baixos para um governante que esta em pleno exercício do poder, e diante de uma oposição rachada, que nem tem um nome definido, exceção feita ao PSB de Vanderlan Cardoso que parece decidido a ir para o embate.
Candidato, Marconi Perillo esta, e candidato Marconi Perillo será, as chances dele desistir são praticamente inexistentes hoje, mesmo por que ele não tem escolha neste sentido, pensar em preservar sua biografia de uma possível derrota significa deixar a base aliada na chapada e sem ter um nome para colocar na disputa. 



Assim como acontece no PMDB que não preparou ao longo dos anos um sucessor para substituir Iris Rezende no comando do partido, a base aliada como um todo, também não tem um nome apresentável, que aglutine forças e seja capaz de vencer uma eleição.
A base aliada do governador faz festa com os números divulgados, números esses que não são nenhuma Brastemp, já levantei aqui a questão e outros veículos de imprensa também já traçaram esta linha de raciocínio sobre a densidade política que a chapa de Marconi Perillo vai ter em Outubro deste ano. 
Se em 2010, Marconi Perillo tinha como companheiros na chapa majoritária, nomes como Lúcia Vânia e Demóstenes Torres (Que gozava de um prestígio ímpar em todas as correntes partidárias), que foram campeões de votos e colaboraram sobre maneira para que a chapa vencedora tivesse ainda mais peso, dando naquele momento a credibilidade necessária ao projeto encabeçado por Marconi Perillo, que diga-se de passagem, já era um nome bastante consistente em 2010, mas que sozinho não levaria o PSDB nem para o segundo turno.
Hoje o dilema da base reside justamente ai, nos nomes que estarão ao lado de Marconi Perillo na chapa majoritária, se em 2010, nesta mesma época, o então Senador da República contava com os mesmos números na pesquisa Serpes, significaria dizer que a base esta no caminho certo, mas a realidade interna, diante dos números, é outra. 



Nas vésperas da eleição passada, Marconi Perillo não estava no exercício do poder executivo no estado, o que justificava os números baixos, agora ele é o governador, tá em evidência como gestor, divulgando o seu trabalho e mesmo assim os números são baixos, a rejeição é alta e o pior de tudo é ver nas pesquisas que há no estado um indicativo de que pelo menos 76% do eleitorado não saberia em quem votar. 
José Eliton é o atual Vice Governador, em 2010 foi uma indicação do Deputado Federal Ronaldo Caiado, as línguas ferinas dos aliados de Marconi dizem que os votos dele são na verdade de Caiado, que  o prestígio de José Eliton é apenas interno no Governo, graças ao cargo hierarquico que ocupa, mas no tocante a sua força fora do raio de alcance da vice governadoria e da presidencia do PP, é praticamente inexistente. 
Um dos argumentos para comprovar esta tese de quem desdenha do seu peso político na chapa majoritária, seria a última eleição municipal na cidade de Posse, em que o prestígio do Vice de Marconi não foi capaz de eleger seu pai ao cargo de Prefeito daquela cidade. Outro a compôr a chapa majoritária da base, e que também é motivo de preocupação por parte de aliados, é o provável nome que vai concorrer ao Senado, Vilmar Rocha. 



Tem votos e prestígio político, até mais do que José Eliton, mais ainda assim fica longe de ser um nomão que vá contribuir com milhões de votos para que Marconi Perillo se mantenha no cargo. A base aliada flerta com o DEM, partido de Caiado e que foi menosprezado pelo governo em um tempo recente, consequentemente também tenta aparar arestas e atrair Ronaldo Caiado, o Deputado Federal líder do partido sempre esteve ao lado de Marconi Perillo nos últimos pleitos, para o bem ou para o mal, só não admite esta proximidade publicamente, mas seu partido sempre teve uma queda pelo partido tucano. 
Isso implica dizer que convencer Caiado a compôr com Marconi deixaria a chapa com mais densidade política, talvez sim, mas ao invés de solucionar um incomôdo problema poderia criar outro, já que para ter Caiado na linha de frente será preciso rifar outros nomes, ou pelo menos remaneja-los de postos. 



PSD e PP os partidos de Vilmar Rocha e josé Eliton precisam ser convencidos disso, e terão que concordar em ser colocados em segundo plano, justamente na reta final da pré campanha, o que convenhamos não será tarefa fácil para a base aliada contornar um problema, podendo criar outros, talvez maiores e irreparáveis até o pleito.
Em outra vertente da disputa que se avizinha esta o PSB de Vanderlan Cardoso, que em várias pesquisas se mostra uma candidatura com potencial, mas que pode ser acometida do mesmo mal que assombra a base aliada, pois o ex-prefeito de Senador Canedo é apenas um nome, forte, mas que sozinho não vai chegar a lugar nenhum. 



Faltando pouco mais de seis meses para as eleições, ningu ém é capaz de apontar com exatidão quem serão os nomes de peso que lhe darão suporte, que partidos vão compôr a chapa majoritária junto com o PSB este ano.
Peso político, poder de articulação e uma ótima estrutura financeira é o que conta o PMDB, que por um motivo ou outro não tem transmitido ao eleitor credibilidade suficiente para liderar todas as pesquisas. Iris não se manifesta, Friboi quando o faz não demonstra habilidade para tal, e a esperada união da oposição não acontece, justamente por que o PMDB se apresenta dividido e o reflexo disso é a revitalização da candidatura da situação.
Antônio Gomide só vai na boa, tentou colocar pressão no PMDB, o que parece não ter funcionado, o relógio do tempo não para e quem acaba pressionado é o próprio Gomide, que terá que decidir entre continuar Prefeito de uma cidade importante como Anápolis, ou se arriscar em uma aventura que tem tudo para acabar mal. 



A teimosia de Gomide pode custar caro ao PT, que pode acabar ficando sem nada, caso insista no rompimento da aliança com o PMDB. 
Voltando ao ponto das pesquisas, aquelas que dão o Norte que o trabalho tem que tomar, a base governista tem o que comemorar, apesar dos números pífios, rejeição enorme e indecisão mostruosa; liderar pesquisas em um momento de definição de nomes é algo que de certa forma vai contribuir para que a oposição comece a trilhar o caminho de uma decisão, ao mesmo tempo que a própria base tem que olhar os números e calcular o peso dos nomes apresentados e que vão acompanhar o Governador, se esses nomes vão ajudar a puxar votos ou serão apenas carregados pelos votos de Marconi sonhando conquistar a vitória. 
Fato é que não tem mais para onde correr, o momento de definição esta chegando, não podemos afirmar se a gata vai parir ou se haverá um aborto espontâneo, mas é certo que nos próximos dias alguém vai ter recuar e ceder espaço para que as coisas comecem de fato a ganhar corpo.











G1 - Modelo baleada se recupera e planeja casamento em Goiás: 'Nasci de novo' - notícias em Goiás

quarta-feira, 19 de fevereiro de 2014

Governo Marconi Perillo anuncia que custeará 100% do Passe Livre Estudantil da Grande Goiânia

Passe Livre Estudantil é uma reivindicação antiga dos estudantes e um ponto de discórdia dos municípios e o estado. Para pôr fim as desavenças, o governo de Goiás anunciou nesta quarta-feira (19/2) que custeará o benefício por completo, ao custo estimado de R$ 40 milhões por ano. A informação foi repassada em coletiva de imprensa concedida pelo secretário de Governo, Joaquim de Castro, que adiantou que ainda hoje a emenda que fará essa modificação será encaminhada à Assembleia Legislativa de Goiás.  “O governo decidiu por essa medida para evitar celeuma com os municípios. Os recursos sairão do Tesouro do Estado”, acentuou Castro. 

A partir desta quarta-feira estudantes do 5º ano do ensino fundamental ao ensino superior terão direito a 48 passagens mensais sem qualquer custo ––  quantidade esta que ainda não foi fechada e poderá ser aumentada. Cerca de 115 mil estudantes goianos com cadastro no Setransp já terão o benefício assegurado. Para aqueles que ainda não possuem o cartão que garante desconto de 50% a estudantes, as inscrições podem ser feitas entre hoje e 7 de março. Basta ir a uma agência do Vapt Vupt portando comprovante de matrícula e documentos pessoais. Quem já é cadastrado passará a usufruir do benefício a partir de 7 de março.
Leia mais: Governo estadual custeará 100% do Passe Livre Estudantil da Grande Goiânia - Jornal Opção

terça-feira, 18 de fevereiro de 2014

Juiz de Goiás autoriza que jovem curse universidade sem concluir ensino médio

Não é razoável que um aluno do ensino superior tenha sua matrícula na instituição de ensino cancelada, por meio da revogação de liminar, quando ele já assistiu a mais de 20% das aulas necessárias para a graduação.

Este foi o entendimento do juiz substituto Fernando Augusto Chacha de Rezende, da Comarca de São Luiz dos Montes Belos, para confirmar liminar autorizando a inscrição de um estudante no curso de Zootecnia Civil da Universidade Estadual de Goiás. 

Concedida em 2012, a liminar foi necessária porque Gustavo Henrique Manso ainda não havia concluído o ensino médio.

“Faz-se necessária a aplicação da teoria do fato consumado diante das peculiaridades fáticas (matrícula realizada em 2012) e, mesmo, da situação cristalizada que se modificada após concluída mais de 20% do ensino superior (zootecnia civil) poderia ser extremamente danosa não só ao autor como, igualmente, à Universidade, ora, requerida. Aliado a tudo isso, não há que se urdir em qualquer prejuízo a terceiros, pois, o autor foi regularmente aprovado no vestibular”, explicou o juiz. 

Em sua decisão, o juiz observou que, mesmo que o artigo 44 da Lei de Diretrizes e Bases da Educação estabeleça a conclusão do ensino médio como pré-requisito para a graduação, o jovem teve sucesso na disputa, mesmo concorrendo com candidatos já formados no nível em discussão. 

Chacha de Rezende concluiu que impedir que o aluno frequente as aulas um ano após ser beneficiado com a liminar “transpassa qualquer juízo de razoabilidade”. 

Ele manteve o posicionamento da liminar e confirmou a Ação Cautelar em que era pedida autorização para a matrícula do jovem no curso de Zootecnia Civil. 


Com informações da Assessoria de Imprensa do TJ-GO.

Leia mais: ConJur - Juiz de Goiás autoriza que jovem curse universidade sem concluir ensino médio

sábado, 18 de janeiro de 2014

O Que Tenho a Dizer: Boa Noite a todos e um ótimo final de Semana!

Seja autêntico, procure enxergar o lado bom das coisas e das pessoas. São nas pequenas atitudes e nas mais simples que pode estar a paz de espirito e o segredo da felicidade.

http://assuntosdegoias.com.br

terça-feira, 14 de janeiro de 2014

Número de inscritos no ProUni já passa de 542 mil

Agência Brasil

O Programa Universidade para Todos (ProUni) registrou 542.049 inscritos até o meio-dia de hoje (14). As inscrições somam 1.026.103, pois cada candidato pode fazer até duas opções de curso. O ProUni oferta bolsas integrais e parciais em instituições privadas de educação superior. As inscrições foram abertas ontem (13) e o prazo vai até sexta-feira (17).

Na edição do primeiro semestre deste ano são 191.625 bolsas em 1.116 instituições, sendo 131.636 bolsas integrais e 59.989 parciais. Pode participar da seleção o estudante que tenha feito a prova do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2013 e obtido, no mínimo, 450 pontos na média das notas. O candidato não pode ter tirado zero na redação e precisa ter cursado o ensino médio na rede pública ou com bolsa integral na rede privada.

As bolsas integrais são para estudantes com renda bruta familiar, por pessoa, até um salário mínimo e meio. As parciais para os candidatos com renda bruta familiar até três salários mínimos por pessoa. O bolsista parcial poderá usar o Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) para custear o restante da mensalidade.

Nesta edição do ProUni, os cursos com maior oferta de vagas são administração (21.252), pedagogia (14.773), direito (13.794) e ciências contábeis (10.883). O estado de São Paulo é o que tem mais vagas disponíveis. São cerca de 64,3 mil, seguido de Minas Gerais, com 19,5 mil, e do Paraná, com 16,5 mil.
Leia mais: Número de inscritos no ProUni já passa de 542 mil | Agência Brasil

segunda-feira, 13 de janeiro de 2014

Dilma Rousseff: "Enem dá acesso ao ensino superior de forma democrática e por mérito do aluno"

Agência Brasil

A presidenta Dilma Rousseff disse hoje (12) que o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) garante acesso ao ensino superior de forma democrática, transparente e por mérito do próprio estudante. “Independentemente da renda da família”, ressaltou.
Ela lembrou que a nota da prova vale, por exemplo, como critério para o Sistema de Seleção Unificada (Sisu), que terá o resultado divulgado hoje, e também para o Programa Universidade para Todos (ProUni), que abre inscrições nesta segunda-feira.

No programa semanal Café com a Presidenta, Dilma destacou que, este ano, o Sisu oferece 42 mil vagas a mais que em 2013, além de quase mil cursos a mais. Em 2010, segundo ela, eram oferecidas vagas em 180 municípios. Atualmente, 453 cidades contam com campus e universidades públicas participantes do programa.

“A expansão da Rede Federal de Ensino Superior permite que haja grande ampliação na oferta de oportunidades de estudo em todo o Brasil, nas capitais, mas, sobretudo, no interior do Brasil”.

Ainda de acordo com a presidenta, cursos como o de engenharia registraram 25 mil vagas à disposição, número 36% maior que o de 2013. Para os cursos de licenciatura, foram mais de 45 mil vagas (25% a mais que em 2013) e, para cursos de medicina, 2.925 vagas (60% a mais que em 2013).

Dilma lembrou que a Lei de Cotas prevê que as universidades federais e os institutos federais de educação reservem, pelo menos, 25% das vagas de todos os cursos para os estudantes das escolas públicas. Do total das vagas reservadas, uma parte será destinada aos estudantes das escolas públicas com renda até um salário mínimo e meio por pessoa, e para negros e indígenas.

“E temos uma notícia muito boa: as instituições federais foram além e as vagas reservadas para as cotas já estão em 37% de todas as vagas oferecidas pelo Sisu. Se você somar isso às ações afirmativas das próprias universidades, as vagas reservadas para as cotas chegam a 43% das vagas do Sisu. Isso mostra como o Brasil está empenhado em avançar para saldar uma dívida histórica e oferecer oportunidades a todos os brasileiros.”

Sobre o ProUni, que inicia as inscrições hoje, a presidenta destacou que serão oferecidas 190 mil vagas para estudantes que não têm condição de pagar a mensalidade em uma universidade particular. Todo aluno que estudou em escola pública e tem renda mensal até três salários mínimos por pessoa da família pode se candidatar a uma bolsa do programa. As inscrições vão até a próxima sexta-feira (17).
Leia mais: Dilma: Enem dá acesso ao ensino superior de forma democrática e por mérito do aluno | Agência Brasil

MEC abre inscrições para primeira edição do ProUni de 2014

Agência Brasil
Estão abertas no site do Programa Universidade para Todos (ProUni) as inscrições para a primeira edição de 2014. O prazo vai até as 23h59 da sexta-feira (17). O estudante pode fazer até duas opções de curso. A primeira chamada dos estudantes pré-selecionados será divulgada no dia 20 de janeiro e a segunda no dia 3 de fevereiro. Este ano, o edital prevê uma mudança na lista de espera.

Pode participar da seleção o estudante que tenha feito a prova do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2013 e obtido no mínimo 450 pontos na média das notas. O candidato não pode ter tirado 0 na redação e precisa ter cursado o ensino médio na rede pública ou com bolsa integral na rede privada.

O ProUni é destinado a alunos que querem concorrer a bolsas de estudo, integrais ou parciais, em instituições particulares de educação superior. As bolsas integrais são para os estudantes com renda bruta familiar, por pessoa, até um salário mínimo e meio. As bolsas parciais são destinadas aos candidatos com renda bruta familiar até três salários mínimos por pessoa. O bolsista parcial poderá utilizar o Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) para custear o restante da mensalidade.

Este ano, há mudança quanto aos procedimentos da lista de espera. Agora, o estudante que não for pré-selecionado nas duas chamadas regulares e quiser participar da lista terá de manifestar interesse pela internet e, em seguida, nas datas previstas em edital, comparecer à instituição de ensino na qual pretende estudar, com os documentos necessários.

Após esse processo, a instituição terá prazo para avaliar a documentação. O estudante selecionado receberá o resultado por meio do boletim do candidato, disponível na página do ProUni. Nas edições anteriores, o candidato tinha de manifestar interesse na lista de espera e aguardar a convocação da instituição.

Veja abaixo o cronograma do Prouni:

Inscrições: de 13 de janeiro a 17 de janeiro


Pré-selecionados em primeira chamada: 20 de janeiro
Comprovação das informações nas instituições: 20 a 24 de janeiro

Matrícula dos selecionados em primeira chamada: 20 a 29 de janeiro

Pré-selecionados em segunda chamada: 3 de fevereiro

Comprovação das informações nas instituições: 3 a 6 de fevereiro

Matrícula dos selecionados em segunda chamada: 3 a 10 de fevereiro

Adesão à lista de espera na internet: 13 a 14 de fevereiro

Comprovação das informações dos candidatos em lista de espera nas instituições: 19 a 20 de fevereiro

Matrícula dos selecionados em lista de espera: 21 a 26 de fevereiro
Leia mais:MEC abre inscrições para primeira edição do ProUni de 2014 | Agência Brasil

domingo, 12 de janeiro de 2014

Atenção estudantes: Inscrições para bolsas do Prouni serão abertas nesta segunda

Agência Brasil

Começam amanhã (13) as inscrições para a primeira edição de 2014 do Programa Universidade para Todos (ProUni) pela internet. Segundo o Ministério da Educação, o sistema estará aberto desde o início da manhã, mas não definiu horário. O prazo vai até as 23h59 da sexta-feira (17). A primeira chamada dos estudantes pré-selecionados será divulgada no dia 20 de janeiro no site do programa, que vai publicar a segunda chamada no dia 3 de fevereiro.

O ProUni é destinado a alunos que querem concorrer a bolsas de estudo, integrais ou parciais, em instituições particulares de educação superior. As bolsas integrais são para os estudantes com renda bruta familiar, por pessoa, até um salário mínimo e meio. As bolsas parciais são destinadas aos candidatos com renda bruta familiar até três salários mínimos por pessoa. O bolsista parcial poderá utilizar o Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) para custear o restante da mensalidade.

Pode participar da seleção o estudante que tenha feito a prova do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2013 e obtido no mínimo 450 pontos na média das notas. O candidato não pode ter tirado 0 na redação e precisa ter cursado o ensino médio na rede pública ou com bolsa integral na rede privada.

Este ano, há mudança quanto aos procedimentos da lista de espera. Agora, o estudante que não for pré-selecionado nas duas chamadas regulares e quiser participar da lista terá de manifestar interesse pela internet e, em seguida, nas datas previstas em edital, comparecer à instituição de ensino na qual pretende estudar com os documentos necessários.

Após esse processo, a instituição terá prazo para avaliar a documentação. O estudante selecionado receberá o resultado por meio do boletim do candidato, disponível online na página do ProUni. Nas edições anteriores, o candidato tinha de manifestar interesse na lista de espera e aguardar a convocação da instituição.

Veja abaixo o cronograma do Prouni

Inscrições: 13 de janeiro a 17 de janeiro
Primeira chamada dos pré-selecionados: 20 de janeiro
Comprovação das informações nas instituições: 20 a 24 de janeiro
Matrícula da primeira chamada: 20 a 29 de janeiro
Segunda chamada dos pré-selecionados: 3 de fevereiro
Comprovação das informações nas instituições: 3 a 6 de fevereiro
Matrícula da segunda chamada: 3 a 10 de fevereiro
Adesão à lista de espera na internet: 3 a 14 de fevereiro
Comprovação das informações da lista de espera: 19 a 20 de fevereiro
Matrícula dos selecionados em lista de espera: 21 a 26 de fevereiro
Leia mais:Inscrições para bolsas do Prouni serão abertas amanhã | Agência Brasil

sábado, 11 de janeiro de 2014

Sisu encerra prazo de inscrição com pelo menos 2,4 milhões de candidatos

Mercadante comemora os poucos problemas nesta edição do ENEM     
O Sistema de Seleção Unificada (Sisu) encerrou as inscrições para a edição do primeiro semestre de 2014. Pelo menos 2,4 milhões de candidatos estão concorrendo a mais de 171 mil vagas em cursos de ensino superior de 115 instituições públicas do país. O resultado da primeira chamada será divulgado na segunda-feira (13).

Até as 20h desta sexta-feira (10), quando foi fechado o último balanço parcial de inscritos, o sistema tinha 2.475.097 candidatos, segundo informações da assessoria de imprensa do Ministério da Educação. Esse número corresponde a 49% do total de estudantes que participaram do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2013, que foi de 5.041.921. De acordo com a assessoria de imprensa do MEC, o balanço total de inscritos no Sisu deve ser divulgado na segunda-feira.
Nesta primeira edição de 2014, o sistema oferece 171.401 vagas em 4.723 cursos de 115 instituições públicas de educação superior.
Leia mais: G1 - Sisu encerra prazo de inscrição com pelo menos 2,4 milhões de candidatos - notícias em Educação

quinta-feira, 9 de janeiro de 2014

Inscritos no Sisu já supera a edição de 2013 e ultrapassa os 2 milhões

Número de inscritos no Sistema de Seleção Unificada (Sisu) do primeiro semestre de 2014 superou o número de inscritos no mesmo período de 2013. O número de candidatos chegou a 2.004.110, superando os 1.949.958 do ano passado. Os dados são do balanço das 18h divulgado nesta quarta-feira pelo Ministério da Educação (MEC). O número representa cerca de 40% dos mais de 5 milhões de estudantes que fizeram o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), em 2013.
As inscrições começaram a ser feitas na segunda-feira e vão até as 23h59 de sexta-feira, no horário de Brasília, pelo site do Sisu. O estudante pode fazer até duas opções de curso. Com isso, o total de inscrições, de acordo com os últimos números do MEC, chegou a 3.887.360.

Sisu: Administração e Direito são os cursos mais procurados
Os três cursos mais procurados, segundo o balanço das 12h30, continuam sendo administração, direito e medicina. Em pouco mais de 24 horas - das 11h de ontem às 12h30 de hoje -, os três receberam juntos 37,4 mil inscrições. A maior parte, 29 mil, foi em administração. Com isso, o curso segue no topo da maior procura, com 221.650 inscrições e uma concorrência de 36 candidatos por vaga. Em segundo lugar, está direito, com 194.491 inscrições e uma relação de 41 candidatos por vaga. Medicina aparece em terceiro lugar na procura, com 181.864 inscrições, mas lidera a concorrência, com 62 candidatos por vaga.
Leia mais: Número de inscritos no Sisu supera edição de 2013 - Terra Brasil

terça-feira, 7 de janeiro de 2014

Medicina, direito e engenharia civil são os cursos mais concorridos do Sisu

Agência Brasil

Medicina, direito e engenharia civil são os cursos mais procurados no Sistema de Seleção Unificada (Sisu), segundo balanço das 11h de hoje (7), divulgado nesta tarde pelo Ministério da Educação (MEC). Medicina tem o maior número de candidatos por vaga: 60,47 inscritos para cada uma. Em seguida, vem os cursos de direito, com 40,45 candidatos por vaga, e engenharia civil, com 34,82. As inscrições vão até as 23h59 de sexta-feira (10), no site do Sisu.

Diariamente, o MEC divulga a nota de corte de cada curso e a classificação parcial do estudante na opção escolhida. Até o fim das inscrições é possível mudar de opção. Cada candidato pode fazer até duas opções de curso. Até o último balanço, foram feitas 2,9 milhões de inscrições. O número de inscritos é pouco mais que 1,5 milhão.

Segundo o MEC, os cursos com maior número de inscrições são administração e direito. Administração teve 192.582 inscrições, com 31,39 candidatos por vaga, e direito, 191.107 inscrições. Medicina aparece em terceiro lugar, com 176.876 inscritos. Engenharia civil teve 106.311 inscrições.

A Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) é a instituição federal com maior número de inscrições, 140.186, seguida pela Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), com 135.570 candidatos. As duas são também as mais procuradas: a UFMG, com 39,66 candidatos por vaga, e a UFRJ, com 28,33.

Na primeira edição deste ano, o sistema oferece 171.401 vagas em 4.723 cursos de 115 instituições públicas de educação superior. O Sisu seleciona estudantes com base nas notas obtidas no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Nesta edição, a inscrição está restrita ao estudante que tenha participado da edição de 2013 do exame. Fica impedido de se inscrever aquele que tenha tirado zero na prova de redação.
Leia mais: Medicina, direito e engenharia civil são os cursos mais concorridos do Sisu | Agência Brasil

Publicada pelo MEC a portaria que fixa regras para o ProUni 2014

Agência Brasil
Portaria do Ministério da Educação publicada hoje (7) no Diário Oficial da União fixa regras para o Programa Universidade para Todos (ProUni) referente ao primeiro semestre de 2014. As inscrições para o processo seletivo começam no dia 13 de janeiro e seguem até o dia 17. Os candidatos devem se inscrever por meio do site do programa.

A primeira chamada dos estudantes pré-selecionados será divulgada no dia 20 de janeiro e a segunda no dia 3 de fevereiro.

O ProUni é destinado a alunos que querem concorrer a bolsas de estudo, integrais ou parciais, em instituições particulares de educação superior. As bolsas integrais são para os estudantes com renda bruta familiar, por pessoa, até um salário mínimo e meio. As bolsas parciais são destinadas aos candidatos com renda bruta familiar até três salários mínimos por pessoa. O bolsista parcial poderá utilizar o Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) para custear o restante da mensalidade.

Pode participar da seleção o estudante que tenha feito a prova do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2013 e obtido no mínimo 450 pontos na média das notas. O candidato não pode ter tirado zero na redação e precisa ter cursado o ensino médio na rede pública ou com bolsa integral na rede privada.
Leia mais: Publicada portaria que fixa regras para ProUni 2014 | Agência Brasil

MEC divulga primeira nota de corte do Sisu


Agência Brasil

A primeira nota de corte para o Sistema de Seleção Unificada (Sisu) foi divulgada na madrugada de hoje (7) e a previsão é que a próxima seja divulgada a partir das 2h de amanhã (8). A nota será divulgada uma vez por dia até o encerramento das inscrições, na sexta-feira (10). A nota de corte é a menor para ficar entre os potencialmente selecionados e varia ao longo do período de inscrição.
O número é apenas uma referência para o candidato monitorar sua inscrição e não garante seleção para as vagas ofertadas. O cálculo é feito com base no número de vagas disponíveis e no total dos candidatos inscritos naquele curso, por modalidade de concorrência.

Para conferir a nota de corte para ampla concorrência em cada curso basta entrar no site do Sisu e clicar no item Pesquisar Vagas. É possível localizar as notas por curso, instituição e município.

As inscrições no programa vão até o próximo dia 10. Na primeira edição deste ano, estão sendo ofertadas 171.401 vagas em 4.723 cursos de 115 instituições públicas de educação superior.
Leia mais: MEC divulga primeira nota de corte do Sisu | Agência Brasil

segunda-feira, 6 de janeiro de 2014

Sisu tem mais de 1 milhão de inscrições no primeiro dia do processo seletivo

     O Sistema de Seleção Unificada (Sisu) registrou, até as 18h30 desta segunda-feira (6), 1.058.715 inscritos, informou o Ministério da Educação (MEC). O número é quase o dobro do registrado no primeiro dia do processo seletivo do ano passado, 593.453. As inscrições podem ser feitas até as 23h59 de sexta-feira (10) no site do Sisu.

     De acordo com balanço parcial, Minas Gerais é o estado com o maior número de inscritos, 150.405. Em seguida, aparecem o Rio de Janeiro, com 121.162 inscritos, São Paulo, com 82.253, o Ceará, com 76.179, e a Bahia, com 69.246.
     O Sisu seleciona estudantes com base nas notas obtidas no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Nesta edição, a inscrição está restrita ao estudante que tenha participado da edição de 2013 do exame. Fica impedido de se inscrever aquele que tenha tirado zero na prova de redação. O sistema oferece 171.401 vagas em 4.723 cursos de 115 instituições públicas de educação superior.

      Ao se inscrever no Sisu, o participante pode escolher até duas opções de curso, por ordem de preferência. Ao longo do período de inscrições, a classificação parcial e a nota de corte dos candidatos serão divulgadas online diariamente para consulta a qualquer hora do dia, na página do Sisu.

      O resultado da primeira chamada do Sisu sai no próximo dia 13 e o da segunda, no dia 27. O prazo para a matrícula dos selecionados na primeira chamada vai de 17 a 21 deste mês e o da segunda chamada, de 31 de janeiro a 4 de fevereiro.

      O candidato que não for selecionado em nenhuma das duas opções de curso nas chamadas regulares ou for selecionado somente para a segunda opção poderá aderir à lista de espera entre os dias 27 de janeiro e 7 de fevereiro. A convocação pelas instituições dos candidatos em lista de espera vai ocorrer a partir do dia 11 de fevereiro.
Leia mais: Jornal do Brasil - País - Sisu tem mais de 1 milhão de inscrições no primeiro dia do processo seletivo

domingo, 5 de janeiro de 2014

Atenção estudantes: Inscrições para o Sisu serão abertas amanhã

A partir de amanhã (6) os estudantes que querem concorrer a uma vaga de ensino superior em instituições públicas podem se inscrever no Sistema de Seleção Unificada (Sisu). A inscrição é feita exclusivamente pela internet e vai até o dia 10. No site do programa os estudantes já podem consultar as vagas disponíveis em pelo menos 115 instituições.

Pode se inscrever no Sisu quem fez o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2013 e não tirou nota zero na redação. O estudante vai precisar do número de inscrição e da senha no Enem. O candidato que estiver sem o número da inscrição ou a senha poderá recuperá-los no site do exame.

O estudante concorre às vagas disponíveis no Sisu com as notas no Enem, mas não é preciso tê-las em mãos no momento da inscrição. Quando o candidato insere no site o número de inscrição e a senha, o Sisu recupera, automaticamente as suas notas obtidas no exame.

Ao se inscrever no Sisu, o participante pode escolher até duas opções de curso, por ordem de preferência. É possível mudar estas opções durante todo o período de inscrição. O candidato também precisa definir se deseja concorrer às vagas de ampla concorrência, às vagas reservadas à lei federal de cotas ou às vagas destinadas às demais políticas afirmativas das instituições. Pela lei federal de cotas, as instituições devem reservar pelo menos 25% das vagas do Sisu para alunos que fizeram todo o ensino médio em escolas públicas.

Algumas instituições adotam notas mínimas para inscrição em determinados cursos. Se a nota do candidato não for suficiente para concorrer àquele curso, o sistema emitirá uma mensagem com esta informação.
Leia mais: Inscrições para o Sisu serão abertas amanhã | Agência Brasil

sábado, 4 de janeiro de 2014

Ministério da Educação divulga resultado do Enem 2013

Os candidatos do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2013 já podem consultar o resultado do exame. O Ministério da Educação (MEC) divulgou no fim da noite desta sexta-feira as notas na internet. Para consultar o resultado, o estudante deve usar a senha do Enem e o número de inscrição ou o CPF. Quem perdeu a senha pode recuperá-la no próprio site. No ano passado, cerca de 5 milhões de estudantes fizeram o Enem.

A nota do Enem pode ser usada para a participação em programas como o Sistema de Seleção de Unificada (Sisu) que seleciona estudantes para vagas no ensino superior público; o Programa Universidade para Todos (ProUni

), que oferece bolsas em instituições privadas; e o Sistema de Seleção Unificada do Ensino Técnico e Profissional (Sisutec), que seleciona estudantes para vagas gratuitas em cursos técnicos. Além disso é pré-requisito para firmar contratos pelo Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) e para a obtenção de bolsas de intercâmbio pelo Programa Ciência sem Fronteiras.

As vagas são ofertadas por meio de editais. O primeiro, do Sisu, já teve o cronograma divulgado. Na segunda-feira (devil) serão abertas as inscrições, que vão até as 23 horas e 59 minutos do dia 10 de janeiro, no horário de Brasília. O resultado da primeira chamada será divulgado no dia 13 de janeiro e o da segunda, no dia 27. No site do programa estão disponíveis as vagas ofertadas.
Leia mais: MEC divulga resultado do Enem 2013 - Terra Brasil


Seguir por e-mail

Pesquisar este blog

Seguidores