Assuntos de Goiás TV

terça-feira, 13 de dezembro de 2016

PM retira estudantes à força de sessão da CPI da Merenda


PM retira estudantes à força de sessão da CPI da Merenda.
Dois estudantes que assistiam à votação do relatório final da CPI da Merenda foram retirados à força da galeria da Alesp (Assembleia Legislativa de São Paulo) nesta terça-feira (13).

sexta-feira, 9 de dezembro de 2016

MEC decide congelar vagas em universidades federais – Dieta Reinaldo Cruz – Emagrecendo sem sofrimento e com saúde

radialista-p

Com universidades funcionando em prédios alugados e déficit de professores, o Ministério da Educação (MEC) vai congelar nos próximos dois anos a ampliação de vagas no ensino superior em universidades federais. Paulo Barone, secretário da Educação Superior, disse que a prioridade nos investimentos será para “assegurar a continuidade do processo de expansão que está em andamento”. 

“A prudência recomenda que se consolide o processo de expansão que ainda está em andamento para depois planejarmos novos voos. Estamos trabalhando dessa forma, tentando honrar os compromissos com as instituições, no sentido de garantir o pleno funcionamento dos cursos que foram criados”, disse Barone. 

 O congelamento deixa o País ainda mais distante da meta do Plano Nacional de Educação que prevê ampliar a taxa bruta de matrícula na educação para 50% da população de 18 a 24 anos – em 2014, a taxa era de apenas 34,2% -, assegurando a qualidade da oferta e expansão para, pelo menos, 40% das novas matrículas no segmento público. 

As instituições federais, que são responsáveis hoje por mais de 60% das matrículas de alunos de graduação na rede pública convivem desde 2014 com o corte de verbas. Algumas maiores, como a Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) enfrentam dificuldades para manter contas básicas em dia, como a de energia elétrica. 

 Já as federais que foram criadas ou tiveram expansão para novos câmpus nos últimos cinco anos enfrentam o desafio de continuar recebendo ingressantes no próximo ano e dar andamento para os seus cursos com qualidade. É o caso da Universidade do Vale do Jequitinhonha e Mucuri (UFVJM), em Minas Gerais, que participou da expansão da rede federal, com a criação em 2013 de dois novos câmpus nas cidades de Unaí e Janaúba. 

 Sem prédio próprio, os cerca de 900 alunos dessas unidades estudam em colégios que foram cedidos pelo Estado – a situação provisória tinha como previsão durar apenas um ano. “Reformamos essas escolas, mas chegamos em um ponto em que já não temos mais como receber novos alunos”, disse o reitor Gilciano Saraiva Nogueira. 

Dos R$ 19 milhões previstos no orçamento para investimentos, a universidade recebeu neste ano apenas 50%.

Além da falta de espaço, Nogueira disse que a universidade ainda não sabe como garantir a continuidade dos cursos por falta de docentes. 

A primeira turma de alunos do bacharelado em Ciência Tecnológica terminou neste ano o ciclo básico de disciplinas e começa no próximo ano a especialização em Engenharia, mas não há professores para essa etapa. Os câmpus de Unaí e Janaúba tinham pactuado a abertura de mais de 100 docentes para cada, mas só foram liberadas 37 a cada um.

“Não vamos deixar esses alunos na mão. Pedimos ao MEC a liberação para contratar professores temporários. Se não for possível, nossa última opção é fazer aulas modulares e condensadas com professores de outros dos nossos câmpus”, disse Nogueira. 

Os novos câmpus ficam a mais de 400 km de Diamantina, sede da UFVJM.

Situação parecida é a do câmpus de Governador Valadares da Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF), em Minas Gerais, criado em 2013, que funciona em um prédio alugado, dividido com uma faculdade particular. A unidade tem cursos como Medicina e Odontologia, mas ainda não possui estrutura adequada para laboratórios. “A gente está fazendo o possível para não chegar na situação de ter de parar a entrada de novos alunos, mas também nos preocupamos em manter esse ingresso com dignidade”, disse Peterson Marco Andrade, diretor do câmpus. 

 A Universidade Federal do Oeste da Bahia (Ufob) foi criada na última expansão da rede, com início de funcionamento em 2014. Com cinco câmpus, em quatro os alunos têm aulas em prédios cedidos ou alugados. A reitora Iracema Santos Veloso disse que as obras estão em andamento, mesmo com o contingenciamento de orçamento de 50% dos R$ 21 milhões previstos.

“A gente tem o básico, mas, para o ano que vem, já enfrentaremos problemas para laboratórios e exigências mais complexas dos cursos”, disse. 

A Ufob oferece cursos como Veterinária, Engenharias de Biotecnologia e Mecânica.

A Universidade Federal de São Paulo (Unifesp) também participou do programa de expansão das federais, tendo sido criado em 2011 o câmpus de Osasco. 

As aulas de cinco cursos acontecem em um espaço cedido pela Fundação Instituto Tecnológico de Osasco (Fito) até a conclusão da obra do prédio próprio, que teve inicio em julho deste ano.

Recursos. Barone afirmou que a utilização de prédios alugados e cedidos para universidades se deve ao planejamento da expansão, já que as instituições foram criadas antes de ter suas estruturas construídas. 

Segundo ele, essas instituições terão prioridade de recursos. “Tratamos politicamente esses casos priorizando os que têm situação mais aguda”, disse. 

Para o próximo ano, o governo federal prevê cortar até 45% dos recursos previstos para investimentos nas federais e o montante estimado para custeio deve ter queda de cerca de 18%. Enquanto isso, as quatro universidades federais criadas em 2014 – Ufob, Federal do Sul da Bahia (Ufesba), Federal do Sul e Sudeste do Pará (Unifesspa) e Federal do Cariri (UFCA) – têm previsão orçamentária 7% maior do que os R$ 326,7 milhões empenhados neste ano. 

 No entanto, Barone afirmou que o problema mais “grave” hoje dessas universidades é o déficit de professores. Segundo ele, o MEC solicitou ao Ministério do Planejamento a abertura de 1.200 vagas de professor para 2016 e o mesmo número para 2017, mas elas foram negadas.

Barone disse que o MEC estuda a contratação de professores temporários e o remanejamento de instituições que ainda não tiveram projetos iniciados. “Nosso compromisso é dar continuidade plena, atuamos para evitar que haja uma situação de estrangulamento no futuro imediato”, disse.

quinta-feira, 1 de dezembro de 2016

Polícia Federal conclui em relatório que houve vazamento do Enem 2016, diz MPF | Eu explico tudo

Nesta quinta-feira (1), o MPF-CE informou ter recebido um relatório da PF (Polícia Federal) que aponta para vazamento das provas do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) 2016, além do tema da redação antes do início da aplicação. Ao menos dois candidatos tiveram acesso ao material.

De acordo com o procurador da República Oscar Costa Filho, a íntegra do relatório e peças do inquérito serão anexadas ao recurso do MPF que tramita no Tribunal Regional Federal da 5ª Região, no Recife (PE). Costa Filho pediu o cancelamento do exame diante dos primeiros indícios logo após o exame, em novembro.

Em entrevista coletiva na tarde de hoje, Costa Filho afirmou que o esquema de venda de gabarito e fraude na prova está se ampliando com o passar dos anos: "[O que se percebe é que] está à disposição logística mais sofisticada".

Apesar do vazamento confirmado pela Polícia Federal, MEC garante que Enem não será anulado – Eu Digo Sempre

A pasta afirma que candidatos beneficiados já foram desclassificados e alega que o inquérito 'ainda está em curso e transcorre em caráter sigiloso'

Por unanimidade Câmara aprova projeto de Paulo Magalhães que diminui recesso dos parlamentares – TV R

O projeto que modifica o artigo 76 da LOM- Lei Orgânica do Município, ainda tem que passar por mais uma votação em Plenário para se tornar Lei.1-cabrall-neves

nota
Depois de muita polêmica, em sessão bastante tumultuada, os vereadores aprovaram hoje em primeira votação o projeto do vereador Paulo Magalhães (PSD) que propõe redução do período de recesso parlamentar da Câmara.
O projeto de Emenda à Lei Orgânica, foi apresentado em 14/08/2013 e sofreu várias tentativas de mudança através de emendas apresentadas pelos vereadores, inclusive uma do presidente da Casa, Anselmo Pereira (PSDB) que foi rejeitada na Comissão Mista. A emenda propunha apenas 30 dias de recesso. As sessões deveriam ocorrer de 07 de Janeiro a 16 de Julho e de 1º de Agosto a 22 de Dezembro. Atualmente são 92 dias de recesso, já que o período legislativo começa no dia 15 de Fevereiro e vai até 30 de Junho e de 1º de Agosto a 15 de Dezembro.
A matéria aprovada hoje, foi a proposta original de Magalhães, que reduz o recesso pela metade (46 dias) sendo de 1º de Fevereiro a 15 de Julho e de 1º de Agosto a 31 de Dezembro. Magalhães havia proposto uma emenda substitutiva, passando para 22 de Dezembro o último dia de sessões, para não atrapalhar as comemorações de final de ano. A emenda foi rejeitada hoje em Plenário. Também foi rejeitada proposta do vereador Geovani Antonio (PSDB) que estabelecia recesso de 55 dias, como acontece no Congresso Nacional.
UNÂNIMIDADE
Apesar da polêmica, a proposta de Magalhães foi aprovada por unanimidade dos 24 vereadores presentes. Ninguém se posicionou contra a iniciativa de redução do recesso. Inclusive, o vereador Felisberto Tavares, através de emenda derrotada em Plenário em outra ocasião, já havia proposto o fim do recesso, com sessões acontecendo de 1º de Janeiro a 31 de Dezembro.
Vários vereadores usaram a Tribuna para lembrar que o trabalho dos parlamentares não se restringe ao Plenário, onde acontecem as sessões legislativas e endossaram a declaração do vereador Elias Vaz (PSB) que afirmou que recesso é diferente de férias. “Nós não temos 92 dias de férias, temos recesso dos trabalhos legislativos disse ele, acrescentando que todos os vereadores continuam trabalhando durante o recesso, só que fora da Casa”.
O projeto volta ao Plenário para segunda e última votação após os 10 dias de interstício previstos em Lei. Durante a apreciação ainda podem ser apresentadas emendas modificando o texto aprovado hoje.
por Silvana Brito Martins

segunda-feira, 28 de novembro de 2016

Retrocesso: MEC tira isenção de candidato que fizer Enem mais de 3 vezes e veta ‘treineiros’ – Politica

Pasta anunciou mudanças no exame, que também deixará de servir para certificação do ensino médio Leia mais… MEC tira isenção de candidato que fizer Enem mais de 3 vezes e veta ‘treineir…

domingo, 27 de novembro de 2016

Mudanças no Enem

Pasta anunciou mudanças no exame, que também deixará de servir para certificação do ensino médio Leia mais… MEC tira isenção de candidato que fizer Enem mais de 3 vezes e veta ‘treineir…

sexta-feira, 25 de novembro de 2016

Geddel se demite por e-mail e deixa a crise no colo de Temer

Segundo o blog do jornalista Jorge Bastos Moreno, do GLOBO, amigos de Geddel, após conversarem ontem com Temer, aconselharam o ministro a pedir demissão, alegando que sua situação tornou-se insustentável, principalmente depois que Calero o denunciou à PF.

eto1045-editar
Ao blog, Geddel negou ter sido procurado por ministros para tratar do tema. Atribui as notícias a “assessores palacianos que acreditam que sua saída seja melhor para o governo”.

— Não tenho motivo nenhum para pedir demissão — disse o ministro.

Temer admitiu que se encontrou duas vezes com Calero para tratar do assunto, mas que sua abordagem foi no sentido de tentar “arbitrar conflitos” entre os dois ministros.

domingo, 20 de novembro de 2016

Inclusão desigual amplia distância entre negros e brancos na educação | Conexões com o Mundo

Embora tenha ampliado o acesso à educação, o Brasil incluiu de maneira desigual crianças brancas e negras na escola na última década.

 Com isso, a distância entre elas não só persiste como até aumentou recentemente em algumas etapas de ensino. 


A conclusão está em relatório sobre o Plano Nacional de Educação feito pelo Inep, instituto federal que realiza pesquisas sobre o setor.
O estudo utilizou dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílio, do IBGE, sobre o número de crianças dentro e fora da escola. Foram consideradas negras as declaradas como pretas e pardas.
Com exceção do ensino fundamental, praticamente universalizado, a distância entre a população negra e branca subiu em todas as etapas nos últimos anos, segundo o trabalho. O monitoramento usa dados de 2004 a 2014, ano com estatísticas mais recentes.

segunda-feira, 14 de novembro de 2016

Biblioteca Brasiliana recebe o segundo lugar no Prêmio Oscar Niemeyer 2016 – Torres Gêmeas

O projeto brasileiro da Biblioteca Brasiliana, de Eduardo de Almeida e Rodrigo Mindlin Loeb, recebeu o segundo prêmio. O edifício, localizado na Cidade Universitária da USP, abriga o maior acervo particular do Brasil, com cerca de 17 mil títulos e 40 mil volumes – doados para a Universidade de São Paulo (USP) por José Mindlin. O complexo também abriga o acervo do Instituto de Estudos Brasileiros (IEB), além de contar com livraria, cafeteria, sala de exposições e auditório para 300 pessoas. 

quinta-feira, 3 de novembro de 2016

Iris Rezende diz que não vai definir secretários agora e avisa: 'Não negocio'

iris-escritorioO prefeito eleito de Goiânia, Iris Rezende (PMDB) afirmou em entrevista coletiva nesta terça-feira (1º) que ainda não tem data para anunciar os nomes que integrarão o seu secretariado. Sobre a questão, o político destacou ainda que vai valorizar quem esteve ao seu lado durante a campanha, mas selecionar somente aqueles que julgar necessários e importantes.


"Será a última coisa que eu vou fazer, porque eu estudo muito, avalio demais para compor. Sempre foi um dos motivos do meu sucesso administrativo. Não negocio. Procuro prestigiar todas as forças políticas que atuam na campanha, mas escolhendo valores", pontuou. 

quarta-feira, 2 de novembro de 2016

Inep diz que pedido de suspensão do Enem é "grave equívoco" do MPF no Ceará

221O Inep (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira), autarquia ligada ao MEC (Ministério da Educação) responsável pela aplicação do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio), acionou a AGU (Advocacia Geral da União) para que atue contra a ação civil pública ajuizada pelo MPF (Ministério Público Federal) no Ceará que pede a suspensão do exame, que será realizado no próximo final de semana, 5 e 6 de novembro.
Nesta quarta-feira (2), o procurador da República Oscar Costa Filho pediu o cancelamento do exame por entender que a realização de provas em diferentes datas fere o princípio de isonomia da seleção.

Fonte: Inep diz que pedido de suspensão do Enem é "grave equívoco" do MPF no Ceará - Notícias - UOL Educação

sexta-feira, 28 de outubro de 2016

Iris mostra no debate que é o mais preparado e Vanderlan que não conhece Goiânia @Reinaldo_Cruz #IRIS15 #IRISPrefeito – Eleições 2016 | Politica

irisPorque Iris 15 vai vencer a eleição...
Servidores estaduais tiveram a data-base não cumprida, Professores perderam a titularidade, Policiais que arriscam as vidas veem a carreira ser desvalorizada ano após ano, OS tomando conta de tudo, CELG sendo privatizada e SANEAGO sob suspeita de estar sendo saqueada.
Sinceramente, não é possível nem imaginar que esse povo bravo e inteligente vai cair nessa lorota de que o candidato do Marconi Perillo tem compromisso é com o povo...
A população goianiense tá morrendo pela falta de segurança, segurança essa que receberia atenção especial do Governador eleito em 2014 e que transformou este estado em terra de ninguém, sem ação e a mais completa ausência do estado...
É absurdo até pensar que o povo que sofre com as mazelas do transporte publico vai mesmo cair nessa conversa fiada de que Vanderlan Cardoso, apoiado por Marconi Perillo, só tem compromisso com os goianienses...
Lá em Senador Canedo o dito cujo não cumpriu nem 6% das promessas de campanha, pensa se vai cumprir alguma coisa por aqui tendo por trás o mesmo grupo que esta deixando muito a desejar na esfera estadual...
Seria muita ingenuidade o eleitor cair nessa conversa fiada.

Iris 15, é nele que eu vou votar @Reinaldo_Cruz #IRIS15 #IRISPrefeito – Rael – O Amigo fiel

Jornalista Fabiana Pulcineli da CBN/ O Popular reportou que a base marconista já se debruça sobre as “desculpas” do porque Marconi Perillo não atuou na campanha de Vanderlan e entre um desdém e outro procuram defender o peso (Culpa) do Governador na derrota que é eminente a esta altura da eleição. Lúcia Vânia e Thiago Peixo escancararam a divisão outro dia via rede social, até mesmo com ofensas pessoais entre ambos.
Governistas vivem a expectativa de um resultado pelo menos parelho, o que lhes daria argumentos para defender a participação de Marconi na disputa pelo paço municipal. Vanderlan sempre foi um dos adversários da hora, muitos aliados de Marconi até tiveram dificuldades para assumir a parceria logo na largada.
Alguns ainda mantém o entusiasmo, esperam a virada que não veio através das pesquisas, outros já dão mostras de que jogaram a toalha e buscam desculpas para defender a participação ou ausência de Marconi Perillo durante toda campanha de Vanderlan. Temendo reflexos para 2018 com o esfacelamento da base, os marconistas tentam minimizar a rejeição do Governador na capital e pelo menos nas desculpas garantem a união em torno do candidato do líder Tucano.
Porque Iris 15 vai vencer a eleição…
Servidores estaduais tiveram a data-base não cumprida, Professores perderam a titularidade, Policiais que arriscam as vidas veem a carreira ser desvalorizada ano após ano, OS tomando conta de tudo, CELG sendo privatizada e SANEAGO sob suspeita de estar sendo saqueada.
Sinceramente, não é possível nem imaginar que esse povo bravo e inteligente vai cair nessa lorota de que o candidato do Marconi Perillo tem compromisso é com o povo…
A população goianiense tá morrendo pela falta de segurança, segurança essa que receberia atenção especial do Governador eleito em 2014 e que transformou este estado em terra de ninguém, sem ação e a mais completa ausência do estado…



É absurdo até pensar que o povo que sofre com as mazelas do transporte publico vai mesmo cair nessa conversa fiada de que Vanderlan Cardoso, apoiado por Marconi Perillo, só tem compromisso com os goianienses…
Lá em Senador Canedo o dito cujo não cumpriu nem 6% das promessas de campanha, pensa se vai cumprir alguma coisa por aqui tendo por trás o mesmo grupo que esta deixando muito a desejar na esfera estadual…
Seria muita ingenuidade o eleitor cair nessa conversa fiada.


Contagem regressiva para elegermos o Prefeito que vai recuperar Goiânia! #Vote15Contagem regressiva para elegermos o Prefeito que vai recuperar Goiânia! #Vote15

Sobre estes anúncios

Ocasionalmente, alguns dos

quinta-feira, 27 de outubro de 2016

Goiânia inteira já sabe, domingo é dia de digitar 15 na urna e confirmar! #Vote15 @Reinaldo_Cruz #IRIS15 #IRISPrefeito – A Lua Como Recompensa

.
Frisando que a capital precisa de um gestor experiente, o candidato à prefeitura de Goiânia, Iris Rezende (PMDB), realizou reunião com lideranças políticas e com moradores do setor Pedro Ludovico, na região Sul da capital. Ao lado de seu vice, Major Araújo (PRP), ele apresentou propostas para o bairro e para a cidade na noite desta terça-feira, 25.
O prefeitável frisou que seus projetos para o município são viáveis e que sua preocupação é colocar a Prefeitura de Goiânia em ordem. “Se eleito, pretendo trabalhar muito, como sempre fiz, em prol da capital goiana”, disse o peemedebista às centenas de pessoas que prestigiaram o evento de campanha. “Em poucos dias, as pessoas vão sentir a ação da administração municipal nas portas de suas casas”, destacou.
Para a área de urbanização, Iris Rezende disse que é urgente a necessidade de limpar a cidade. “A coleta de lixo voltará a sua normalidade e os Mutirões nos Bairros vão auxiliar na efetivação da limpeza, incluindo os lotes vagos”, citou Iris, ao completar que muitos bairros de Capital ainda não contam com o asfalto. Conforme ele, todos os bairros habitados vão receber o benefício e o início das obras será de imediato, eleito prefeito.



A habitação, de acordo com o candidato, receberá atenção especial, com a retomada da política habitacional da gestão municipal e a construção de novos conjuntos com a estrutura adequada. Sobre o transporte coletivo, o peemedebista explicou que vai fazer nova licitação, se necessário, além implantar novas linhas de ônibus entre bairros e ampliar os corredores preferenciais de ônibus. Também vai implantar as sete administrações regionais, cuja lei de criação já foi aprovada. “Vamos colocar em prática e levar a prefeitura para mais próxima da população”, frisou.



Outra prioridade de uma futura gestão será a saúde. O objetivo é colocar os Cais para funcionar 24 horas, reformar as unidades e reabrir as que estão fechadas. “Com o investimento de 15% da receita, conforme é estabelecido em lei, muito pode ser feito pelo prefeito. Com vontade, responsabilidade e compromisso com a cidade a saúde se torna referência”, citou. O prefeitável lembrou que com o Prefeitura 24 horas, um aplicativo com acesso aos serviços da prefeitura, o usuário do Sistema Único de Saúde (SUS) será atendido com dignidade e os doente crônicos vão receber medicação em casa.
Outra prioridade, segundo o peemedebista, será a Educação. “O déficit educacional para os Centros Municipais de Educação Infantil (Cmeis) e de pouco mais de 5 mil vagas e para solucionar este problema, vamos construir mais unidades, quantas forem necessárias”, garantiu. Ainda aos moradores do Setor Pedro Ludovico, Iris pediu a continuidade do trabalho até o dia 30 de outubro. “Nesses últimos dias, o nosso trabalho precisa ser contínuo para que possamos viver grande alegrias a partir de janeiro de 2017”, concluiu.



Morador do Setor Pedro Ludovico, Major Araújo revelou sua emoção por estar em casa. “Aqui neste setor fui criado, estudei e constitui minha família. Tenho a grata satisfação de estar ao lado de amigos e hoje, principalmente, ao lado de Iris”. Ele agradeceu ainda pela oportunidade de ter caminhado com o peemedebista nesta eleições. “Aprendi muito com você, Iris, e sei que ainda vou aprender muito ao seu lado na Prefeitura de Goiânia”, declarou o Major, após reconhecer que Iris fará a mais bela administração da sua vida. “Para isso, nós do Setor Pedro Ludovico somos 15”.
Idealizador da reunião, o vereador reeleito Paulo Magalhães (PSD) disse que a quantidade de pessoas que estavam na reunião confirma que o setor Pedro Ludovico está com Iris Rezende. “Nós reconhecemos todo o seu trabalho em prol do nosso setor. Grande parte das obras que temos aqui foi Iris Rezende Machado quem trouxe, a exemplo da menina dos nossos olhos que é Mercado Municipal, construído e reformado por ele”, exemplificou.



Moradores
Moradora do setor Pedro Ludovico e dona de casa, Maria Rita Nogueira, 36 anos, disse ter gostado da proposta de Iris de solução do transporte coletivo. “Me lembro muito bem que na gestão anterior, Iris deu início ao trabalho para solucionar o problema e não deram continuidade. Ele tem a minha confiança, voto 15 e sei que teremos um transporte público digno”, declarou.
O motorista e morador do setor Bela Vista, João Batista Silva, 43, comentou que no primeiro turno votou em outro candidato. No segundo turno, acompanhou as propostas dos dois postulantes e escolheu Iris por causa de seus projetos para a área da saúde. “Acredito que com sua experiência, Iris tem capacidade de melhorar essa saúde que está um caos”. O motorista contou ainda que optou pelo peemedebista pela maneira como o outro candidato conduziu sua campanha no segundo turno. “Se ele não teve capacidade de respeitar o seu adversário, vai saber respeitar a cidade?”, questionou.
Já a estudante Jéssica de Assis, 17, vota pela primeira vez nesta eleições. Tanto no primeiro quanto no segundo turno, vai de Iris Rezende. “Cresci ouvindo meus pais falando muito bem e reconhecendo o trabalho de Iris Rezende em prol do povo, por isso não poderia deixar de fazer exatamente como minha família sempre fez: votando 15”, frisou.
Presenças
Participaram da reunião no setor Pedro Ludovico as seguintes autoridades: os deputados estaduais Bruno Peixoto e José Nelto, ambos do PMDB, os vereadores reeleitos Zander (PEN) e Paulinho Graus (PDT), o vereador Paulo da Farmácia (Pros), os vereadores eleitos Andrey Azeredo (PMDB), Juarez Lopes (PRTB) e Paulo Daher (DEM), o suplente de vereador Joãozinho Guimarães (SDD), a presidente estadual do DEM Mulher, Mariana Gidrão, o presidente municipal do PR, Carlos Sulin, o presidente estadual do PEN, Dário Paiva, e o ex-deputado estadual Samuel Belchior (PMDB).

Goiânia inteira já sabe, domingo é dia de digitar 15 na urna e confirmar! #Vote15 @Reinaldo_Cruz #IRIS15 #IRISPrefeito – A Lua Como Recompensa

.
Frisando que a capital precisa de um gestor experiente, o candidato à prefeitura de Goiânia, Iris Rezende (PMDB), realizou reunião com lideranças políticas e com moradores do setor Pedro Ludovico, na região Sul da capital. Ao lado de seu vice, Major Araújo (PRP), ele apresentou propostas para o bairro e para a cidade na noite desta terça-feira, 25.
O prefeitável frisou que seus projetos para o município são viáveis e que sua preocupação é colocar a Prefeitura de Goiânia em ordem. “Se eleito, pretendo trabalhar muito, como sempre fiz, em prol da capital goiana”, disse o peemedebista às centenas de pessoas que prestigiaram o evento de campanha. “Em poucos dias, as pessoas vão sentir a ação da administração municipal nas portas de suas casas”, destacou.
Para a área de urbanização, Iris Rezende disse que é urgente a necessidade de limpar a cidade. “A coleta de lixo voltará a sua normalidade e os Mutirões nos Bairros vão auxiliar na efetivação da limpeza, incluindo os lotes vagos”, citou Iris, ao completar que muitos bairros de Capital ainda não contam com o asfalto. Conforme ele, todos os bairros habitados vão receber o benefício e o início das obras será de imediato, eleito prefeito.



A habitação, de acordo com o candidato, receberá atenção especial, com a retomada da política habitacional da gestão municipal e a construção de novos conjuntos com a estrutura adequada. Sobre o transporte coletivo, o peemedebista explicou que vai fazer nova licitação, se necessário, além implantar novas linhas de ônibus entre bairros e ampliar os corredores preferenciais de ônibus. Também vai implantar as sete administrações regionais, cuja lei de criação já foi aprovada. “Vamos colocar em prática e levar a prefeitura para mais próxima da população”, frisou.



Outra prioridade de uma futura gestão será a saúde. O objetivo é colocar os Cais para funcionar 24 horas, reformar as unidades e reabrir as que estão fechadas. “Com o investimento de 15% da receita, conforme é estabelecido em lei, muito pode ser feito pelo prefeito. Com vontade, responsabilidade e compromisso com a cidade a saúde se torna referência”, citou. O prefeitável lembrou que com o Prefeitura 24 horas, um aplicativo com acesso aos serviços da prefeitura, o usuário do Sistema Único de Saúde (SUS) será atendido com dignidade e os doente crônicos vão receber medicação em casa.
Outra prioridade, segundo o peemedebista, será a Educação. “O déficit educacional para os Centros Municipais de Educação Infantil (Cmeis) e de pouco mais de 5 mil vagas e para solucionar este problema, vamos construir mais unidades, quantas forem necessárias”, garantiu. Ainda aos moradores do Setor Pedro Ludovico, Iris pediu a continuidade do trabalho até o dia 30 de outubro. “Nesses últimos dias, o nosso trabalho precisa ser contínuo para que possamos viver grande alegrias a partir de janeiro de 2017”, concluiu.



Morador do Setor Pedro Ludovico, Major Araújo revelou sua emoção por estar em casa. “Aqui neste setor fui criado, estudei e constitui minha família. Tenho a grata satisfação de estar ao lado de amigos e hoje, principalmente, ao lado de Iris”. Ele agradeceu ainda pela oportunidade de ter caminhado com o peemedebista nesta eleições. “Aprendi muito com você, Iris, e sei que ainda vou aprender muito ao seu lado na Prefeitura de Goiânia”, declarou o Major, após reconhecer que Iris fará a mais bela administração da sua vida. “Para isso, nós do Setor Pedro Ludovico somos 15”.
Idealizador da reunião, o vereador reeleito Paulo Magalhães (PSD) disse que a quantidade de pessoas que estavam na reunião confirma que o setor Pedro Ludovico está com Iris Rezende. “Nós reconhecemos todo o seu trabalho em prol do nosso setor. Grande parte das obras que temos aqui foi Iris Rezende Machado quem trouxe, a exemplo da menina dos nossos olhos que é Mercado Municipal, construído e reformado por ele”, exemplificou.



Moradores
Moradora do setor Pedro Ludovico e dona de casa, Maria Rita Nogueira, 36 anos, disse ter gostado da proposta de Iris de solução do transporte coletivo. “Me lembro muito bem que na gestão anterior, Iris deu início ao trabalho para solucionar o problema e não deram continuidade. Ele tem a minha confiança, voto 15 e sei que teremos um transporte público digno”, declarou.
O motorista e morador do setor Bela Vista, João Batista Silva, 43, comentou que no primeiro turno votou em outro candidato. No segundo turno, acompanhou as propostas dos dois postulantes e escolheu Iris por causa de seus projetos para a área da saúde. “Acredito que com sua experiência, Iris tem capacidade de melhorar essa saúde que está um caos”. O motorista contou ainda que optou pelo peemedebista pela maneira como o outro candidato conduziu sua campanha no segundo turno. “Se ele não teve capacidade de respeitar o seu adversário, vai saber respeitar a cidade?”, questionou.
Já a estudante Jéssica de Assis, 17, vota pela primeira vez nesta eleições. Tanto no primeiro quanto no segundo turno, vai de Iris Rezende. “Cresci ouvindo meus pais falando muito bem e reconhecendo o trabalho de Iris Rezende em prol do povo, por isso não poderia deixar de fazer exatamente como minha família sempre fez: votando 15”, frisou.
Presenças
Participaram da reunião no setor Pedro Ludovico as seguintes autoridades: os deputados estaduais Bruno Peixoto e José Nelto, ambos do PMDB, os vereadores reeleitos Zander (PEN) e Paulinho Graus (PDT), o vereador Paulo da Farmácia (Pros), os vereadores eleitos Andrey Azeredo (PMDB), Juarez Lopes (PRTB) e Paulo Daher (DEM), o suplente de vereador Joãozinho Guimarães (SDD), a presidente estadual do DEM Mulher, Mariana Gidrão, o presidente municipal do PR, Carlos Sulin, o presidente estadual do PEN, Dário Paiva, e o ex-deputado estadual Samuel Belchior (PMDB).

Na reta final todas as pesquisas registram crescimento e vantagem de Iris Rezende @Reinaldo_Cruz #IRIS #IRISPrefeito – Amizade Cotidiana



Frisando que a capital precisa de um gestor experiente, o candidato à prefeitura de Goiânia, Iris Rezende (PMDB), realizou reunião com lideranças políticas e com moradores do setor Pedro Ludovico, na região Sul da capital. Ao lado de seu vice, Major Araújo (PRP), ele apresentou propostas para o bairro e para a cidade na noite desta terça-feira, 25.
O prefeitável frisou que seus projetos para o município são viáveis e que sua preocupação é colocar a Prefeitura de Goiânia em ordem. “Se eleito, pretendo trabalhar muito, como sempre fiz, em prol da capital goiana”, disse o peemedebista às centenas de pessoas que prestigiaram o evento de campanha. “Em poucos dias, as pessoas vão sentir a ação da administração municipal nas portas de suas casas”, destacou.
Para a área de urbanização, Iris Rezende disse que é urgente a necessidade de limpar a cidade. “A coleta de lixo voltará a sua normalidade e os Mutirões nos Bairros vão auxiliar na efetivação da limpeza, incluindo os lotes vagos”, citou Iris, ao completar que muitos bairros de Capital ainda não contam com o asfalto. Conforme ele, todos os bairros habitados vão receber o benefício e o início das obras será de imediato, eleito prefeito.



A habitação, de acordo com o candidato, receberá atenção especial, com a retomada da política habitacional da gestão municipal e a construção de novos conjuntos com a estrutura adequada. Sobre o transporte coletivo, o peemedebista explicou que vai fazer nova licitação, se necessário, além implantar novas linhas de ônibus entre bairros e ampliar os corredores preferenciais de ônibus. Também vai implantar as sete administrações regionais, cuja lei de criação já foi aprovada. “Vamos colocar em prática e levar a prefeitura para mais próxima da população”, frisou.



Outra prioridade de uma futura gestão será a saúde. O objetivo é colocar os Cais para funcionar 24 horas, reformar as unidades e reabrir as que estão fechadas. “Com o investimento de 15% da receita, conforme é estabelecido em lei, muito pode ser feito pelo prefeito. Com vontade, responsabilidade e compromisso com a cidade a saúde se torna referência”, citou. O prefeitável lembrou que com o Prefeitura 24 horas, um aplicativo com acesso aos serviços da prefeitura, o usuário do Sistema Único de Saúde (SUS) será atendido com dignidade e os doente crônicos vão receber medicação em casa.
Outra prioridade, segundo o peemedebista, será a Educação. “O déficit educacional para os Centros Municipais de Educação Infantil (Cmeis) e de pouco mais de 5 mil vagas e para solucionar este problema, vamos construir mais unidades, quantas forem necessárias”, garantiu. Ainda aos moradores do Setor Pedro Ludovico, Iris pediu a continuidade do trabalho até o dia 30 de outubro. “Nesses últimos dias, o nosso trabalho precisa ser contínuo para que possamos viver grande alegrias a partir de janeiro de 2017”, concluiu.



Morador do Setor Pedro Ludovico, Major Araújo revelou sua emoção por estar em casa. “Aqui neste setor fui criado, estudei e constitui minha família. Tenho a grata satisfação de estar ao lado de amigos e hoje, principalmente, ao lado de Iris”. Ele agradeceu ainda pela oportunidade de ter caminhado com o peemedebista nesta eleições. “Aprendi muito com você, Iris, e sei que ainda vou aprender muito ao seu lado na Prefeitura de Goiânia”, declarou o Major, após reconhecer que Iris fará a mais bela administração da sua vida. “Para isso, nós do Setor Pedro Ludovico somos 15”.
Idealizador da reunião, o vereador reeleito Paulo Magalhães (PSD) disse que a quantidade de pessoas que estavam na reunião confirma que o setor Pedro Ludovico está com Iris Rezende. “Nós reconhecemos todo o seu trabalho em prol do nosso setor. Grande parte das obras que temos aqui foi Iris Rezende Machado quem trouxe, a exemplo da menina dos nossos olhos que é Mercado Municipal, construído e reformado por ele”, exemplificou.



Moradores
Moradora do setor Pedro Ludovico e dona de casa, Maria Rita Nogueira, 36 anos, disse ter gostado da proposta de Iris de solução do transporte coletivo. “Me lembro muito bem que na gestão anterior, Iris deu início ao trabalho para solucionar o problema e não deram continuidade. Ele tem a minha confiança, voto 15 e sei que teremos um transporte público digno”, declarou.
O motorista e morador do setor Bela Vista, João Batista Silva, 43, comentou que no primeiro turno votou em outro candidato. No segundo turno, acompanhou as propostas dos dois postulantes e escolheu Iris por causa de seus projetos para a área da saúde. “Acredito que com sua experiência, Iris tem capacidade de melhorar essa saúde que está um caos”. O motorista contou ainda que optou pelo peemedebista pela maneira como o outro candidato conduziu sua campanha no segundo turno. “Se ele não teve capacidade de respeitar o seu adversário, vai saber respeitar a cidade?”, questionou.
Já a estudante Jéssica de Assis, 17, vota pela primeira vez nesta eleições. Tanto no primeiro quanto no segundo turno, vai de Iris Rezende. “Cresci ouvindo meus pais falando muito bem e reconhecendo o trabalho de Iris Rezende em prol do povo, por isso não poderia deixar de fazer exatamente como minha família sempre fez: votando 15”, frisou.
Presenças
Participaram da reunião no setor Pedro Ludovico as seguintes autoridades: os deputados estaduais Bruno Peixoto e José Nelto, ambos do PMDB, os vereadores reeleitos Zander (PEN) e Paulinho Graus (PDT), o vereador Paulo da Farmácia (Pros), os vereadores eleitos Andrey Azeredo (PMDB), Juarez Lopes (PRTB) e Paulo Daher (DEM), o suplente de vereador Joãozinho Guimarães (SDD), a presidente estadual do DEM Mulher, Mariana Gidrão, o presidente municipal do PR, Carlos Sulin, o presidente estadual do PEN, Dário Paiva, e o ex-deputado estadual Samuel Belchior (PMDB).

Seguir por e-mail

Pesquisar este blog

Seguidores